Capsulares #48

rtgydfA MORTE E A DONZELA (DEATH AND THE MAIDEN/Roman Polanski/1994): A personagem de Sigourney Weaver é uma cicatriz ambulante de feridas psicológicas, anos após ter sido estuprada e torturada nos anos de chumbo da ditadura num país sul-americano. A ação limita-se a uma modesta casa de praia e arredores. Apenas três personagens em conflito, envoltos em incertezas e charadas morais. Interessante. [Info]

G.I. Joe The Rise of Cobra Baroness character banner movie posterG.I. JOE – A ORIGEM DE COBRA (G.I. JOE – THE RISE OF COBRA/Stephen Sommers/2009): Quem já teve a sensação instintiva de que não é assim que se faz bom cinema ao assistir a uma tranqueira desprimorosa? Tive-a enquanto lutava contra a tentação de desligar o televisor, mas o ímpeto se diluiu lá pela metade do programa, quando Sommers entrega lutas e explosões empolgantes. Recomendado para garotos. Adultos que porventura mantiverem acesa a chama da infância talvez aprovem. Poderia ser pior: basta lembrar-se de Van Helsing. [Info]

~ por Gustavo H.R. em 20 de maio de 2014.

Uma resposta to “Capsulares #48”

  1. O filme de Polanski é quase um teatro filmado com um ótimo trio de atores.

    Já “G.I. Joe” é uma ficção hollywoodiana sem supresas, com alguns boas cenas de ação e péssimos personagens.

    Abraço

Os comentários estão desativados.