Capsulares #15

Os Inocentes/Jack Clayton/1961: arrepios e apreensão podem ser causados pela expectativa de ver outra fitinha meia-boca de horror com criancinhas sinistras, mas esta é uma das pedras angulares da vertente. Preto-e-branco em tela panorâmica, com Deborah Kerr em dias de glória. [Info]

Os Profissionais/Richard Brooks/1966: dos faroestes de ritmo mais pujante que já vi; composições empolgantes dos legendários Maurice Jarre (trilha) e Conrad L. Hall (fotografia), elenco estrelado, repleto de ação e reviravoltas, na linha de missão-resgate-à-dama-em-perigo-por-um-grupo-especializado. [Info]

A Noite Americana/François Truffaut/1973: declaração de amor ao processo de filmagem, cheio de calor humano, conflitos afetivos e humor. No elenco, Jean-Pierre Léaud (o neurótico) e Valentina Cortese (a atrapalhada) se destacam. [Info]

~ por Gustavo H.R. em 8 de março de 2012.