Performance #2

livmulhollandclLiv Ullmann, como Eva, em Sonata de Outono.

A indicação ao Oscar foi para Ingrid Bergman, mas uma performance não sobrevive sem a outra no intenso chamber drama bergmaniano, sobre a atritada interação entre mãe e filha.

A aleijante carência emocional da personagem (incutida desde a infância pela frieza e onipotência materna) é internalizada e aplicada pela atriz norueguesa, manifestando sem pieguice profundas cicatrizes  psicológicas por meio do feitio introvertido, do complexo de inferioridade, da incapacidade afetiva, estendendo-as até aos acanhados trejeitos comportamentais,  culminando, por fim, na colérica explosão de ressentimentos reprimidos,  denotando um entendimento universal do quadro esboçado pelo roteiro para Eva.

~ por Gustavo H.R. em 27 de julho de 2011.