Momentos de Antologia #1

Viagem pelas pinturas de Van Gogh em Sonhos, de Akira Kurosawa, 1990.

~ por Gustavo H.R. em 8 de junho de 2009.

10 Respostas to “Momentos de Antologia #1”

  1. Como bom cinéfilo indisciplinado eu só vi um filme do Kurosawa e achei um porre (“Kagemusha”). “Sonhos” é o que o pessoal mais recomenda, mas o meu próximo filme do diretor será “Rashômon”.

  2. Ah, havia deixado uma pergunta para você na minha postagem sobre os filmes assistidos em maio. Se puder me identificar qual era o “Em Nome de Deus” que você mencionou…

  3. Já vi diversos filmes do mestre japonês, mas este ainda não o consegui apanhar. O meu preferido continua a ser ‘Ran’.

    Abraço.

    • ALEX: também não curti muito KAGEMUSHA, que, apesar do ótimo Tatsuya Nakadai em papel duplo, é longo demais e fica à sombra do memorável RAN, do qual RED também gosta.

  4. Também ainda não o vi. Mas por este belo vídeo fica aqui uma excelente recomendação. :)

    Abraço

  5. Preciso mas preciso conhecer a filmografia deste cara! Tarefa de casa.

    Ciao!

  6. Caramba, esse é um dos tantos momentos sublimes desse filme, embora não seja meu “sonho” preferido. A transmutação no tempo e no espaço que esse episódio retrata é uma coisa de louco, o tipo de coisa que só o cinema é capaz de propiciar!

    • FERNANDO e WALLY: apesar da qualidade variável dos sonhos, é um programa que só acrescenta em nossa cultura cinematográfica.

      RAFAEL: qual é o seu preferido? Além desse, gostei muito do último, na vila com o ancião.

  7. Caramba Gustavo, esse da vila é o que eu menos gosto, acho moralista demais. Meu preferido é o do general e todo seu pelotão no túnel. Acho tristíssimo!!

  8. Gustavo,
    vi Sonhos muitos anos atrás, talvez para cinéfilo cinema não tenha idade, mas quando eu vi meu filme preferido devia ser Trapalhões e o Rei Pelé. Exageros a parte, o vídeo que você postou, só me deixou com mais vontade de ver o filme, ou melhor, rever.

    Já que você guardou X-Men para ver em casa, Sonhos seria um filme para ver em tela grande e digital, seria belíssimo.

    Abraços,
    André C.

Os comentários estão desativados.